A Revista

domingo, 24 de abril de 2016

A CONTA GOTAS

/Helena Figueiredo/


primeiro o pai
depois a avó, a mãe
o melro do telhado
o fiel amigo, que sempre o esperou

as flores do campo
o arado
a fonte que ele amou

já nada resta ao contador de histórias
e morre ao sol poente
no leito das memórias.

Sem comentários:

Enviar um comentário